Edit

Sobre Nós

Há mais de 10 anos no ramo de reabilitação. Clínica especializada no tratamento e combate contra a dependência química e alcoólica

Informações de Contato

Clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas: ajudando no combate à dependência

  • Home
  • -
  • Informações
  • -
  • Clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas: ajudando no combate à dependência
 Clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas: ajudando no combate à dependência

Se você está entre as famílias afetadas pela dependência química e/ou alcoolismo e procura por uma clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas, você veio ao lugar certo. O Grupo Alencar é a sua melhor opção. Continue lendo para saber mais!

A dependência química é um problema mais sério do que muitos imaginam. De acordo com a Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (ABEAD), a doença atinge 4 a cada 10 famílias no Brasil.

Ou seja, estamos falando de 40% das famílias brasileiras sendo molestadas por este mal. Um número muito alto e que, infelizmente, só tem aumentado com o passar do tempo.

Notou que usamos o termo “doença” para nos referirmos à dependência química? Pois é, isso não é uma figura de linguagem. De fato, tanto dependência química quanto alcoolismo são doenças. Inclusive reconhecidas pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Portanto cabe a todos nós tratarmos o dependente químico com amor e respeito, mesmo que este não tenha um comportamento muito amistoso e negue ajuda.

Aliás, falaremos um pouco mais sobre esta questão, do adicto ter dificuldade em aceitar ajuda para tratamento da dependência.

Por que o adicto tem dificuldades em aceitar ajuda?

Clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas

Muitos se questionam o porquê de dependentes químicos negarem ajuda ou sequer reconhecerem que precisam.

O que acontece é que, como falamos antes, a dependência química é uma doença, um transtorno mental.

Portanto, o dependente químico pode perder o discernimento de boa parte das coisas, inclusive de sua própria vida e condição atual.

Dessa forma, em seu pensamento, na grande maioria dos casos, não acredita estar doente.

Além disso, o dependente químico muitas vezes também sente medo.

Quando uma pessoa se torna dependente de alguma substância, é essencial que procure uma clínica de recuperação para dar início ao seu tratamento.

No entanto, por falta de informação e também pela questão que falamos antes sobre o dependente químico ficar com a capacidade de raciocínio e discernimento afetadas pela doença, acaba tendo medo de procurar ajuda profissional. E muito menos aceita ajuda para que seja internado.

Existe também a questão da vergonha. Sabendo que precisa de ajuda para tratar o vício, o adicto pode recusar-se a ser internado em uma clínica de recuperação por receio do que os outros irão pensar dele.

Principalmente pela discriminação que ainda é grande quando o assunto é dependência química e alcoolismo.

Clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas: quanto tempo dura a internação?

Clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas

Para você que está precisando de uma clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas, uma das dúvidas que talvez esteja contigo é a duração do tratamento. Ou quanto tempo o dependente deve ficar internado na clínica de reabilitação.

Primeiro, temos que deixar bem claro que são duas coisas diferentes: tratamento e internação.

A internação faz parte do tratamento contra a dependência química ou alcoolismo.

O tratamento em si, dura a vida inteira, pois tanto dependência química quanto alcoolismo são doenças crônicas. Ou seja, não possuem cura. É como diabetes ou hipertensão.

As pessoas podem viver tranquilamente com essas doenças desde que façam o tratamento da forma correta. O mesmo acontece com alcoolismo e dependência química.

Dito isso, e agora falando sobre quanto tempo pode durar a internação em uma clínica de recuperação e tratamento de drogas em Campinas, isso varia, dependendo da situação de cada paciente. Há casos de internações que duram 15 dias, outros 30 dias.

Algumas internações podem levar meses, podendo chegar até um ano.

Fatores como idade, tipo de droga utilizada, tempo de uso, quantidade e frequência que o paciente consome a substância, comprometimento físico e mental, ajudam a definir quanto tempo vai durar a internação na clínica de reabilitação.

O ideal é que a internação não seja por um período de tempo muito longo para que o paciente não fique longe do convívio social.

O Grupo Alencar pode ajudar você a combater a dependência química e o alcoolismo. Basta que você entre em contato para que possamos esclarecer quaisquer dúvidas e combinarmos o início do tratamento. Estamos esperando por você!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.